Inverno 21 Renner propõe reconexão com corpo, mente e mundo

O Outuno/Inverno 21 Renner busca inspiração nos conceitos que nasceram com o movimento Nova Era, a marca faz um convite para uma imersão na transformação de corpo, mente e mundo através dessa corrente cultural do passado que ainda ecoa nos dias atuais. A marca traz para a sua coleção Outono/Inverno 2021 a união de um estilo setentista, mais renovado e atual, com a estética minimalista e moderna. O mood da estação é se conectar com o natural, buscando a ampliação da consciência e do ser, para se entender como parte do todo.

Traduzindo o zeitgeist de uma das décadas de maior auto expressão e libertação do século XX para todos os estilos, a marca promove uma interação entre tecidos, texturas e cores naturais com peças confortáveis, elegantes e utilitárias. Na cartela de cores permeiam os neutros, terrosos e variações de off-white - que se conectam com a paleta acolhedora da natureza -, com realces apastelados, como rosas, azuis e amarelos; e tons intensos, como laranja e magenta, que trazem uma exuberância de forma aprimorada para a estação.

Em busca do alinhamento perfeito entre o conforto e a elegância para a mulher contemporânea, a coleção feminina propõe uma alfaiataria leve e descomplicada. Por meio de peças chaves e tecidos naturais, a ideia é oferecer opções que podem ser usadas tanto no conforto de casa como em compromissos do dia a dia. Entre os destaques estão bermudas, coletes, pantalonas e vestidos longos, além do super desejado conjunto total tricô - com adaptações para todos os microclimas brasileiros. Também chegam com força total o jeans e as túnicas que, combinadas com calça, compõem uma super tendência da estação. Já os florais, poás e xadrezes, como o grid e o vichy, trazem charme para a estamparia.

Ao contrário do fit invernal habitual, o estilo jovem da Renner sugere uma diversidade de peças com comprimentos mais curtos como vestidos, saias, bermudas e macaquinhos, que ganham ares fashionistas harmonizados com botas mais pesadas e sobreposições. A linha ostenta um universo de matérias primas composto por diversas tramas: tricôs com fio fantasia, tweeds reeditados com uma pegada mais moderna, pelúcias aconchegantes, jacquards e matelassês. Carregada de conceitos da coleção, a jaqueta off-white com franjas é um dos itens "must-have" da estação.
outono/inverno 21 renner

No Inverno 21 Renner o estilo romântico reaparece mais cool, com interferências divertidas, realçado por mangas bufantes, camadas e twin-sets moderninhos. Elementos tropicais seguem em alta, desta vez, mais invernais com fundos escuros e ares de camuflados. Se a ideia é arrasar nas produções urbanas, a dica é abusar de macacões, wide-legs e jaquetas puffer - em versões super coloridas ou estampadas. Outra aposta certeira é o uso de tops de tricô sobrepostos a camisas de tricoline combinados com bermuda jeans.

A linha masculina segue o flow abusando dos tons terrosos e neutros com pinceladas de pastel ácido. Com foco no new comfy, peças básicas e lisas protagonizam a estação com muita textura e tricôs variados. Nas produções invernais para eles, as apostas são os monocromáticos terrosos, fits confortáveis e o mix de moletom e alfaiataria. Entre os utilitários destacam-se os tecidos tecnológicos e o macacão. Os acessórios reforçam a estética minimal com mini bags, toucas mais curtinhas, botas e coturnos. Nas estampas, alguns florais desconstruídos, pincelados e artísticos ficam em evidência.

A arte tem sido recorrente nas coleções da Renner, que é apoiadora da cultura e das mais diversas produções artísticas por meio de projetos como Renner Cultural e Somos Arte. Alinhada com essa intenção de estarmos ainda mais conectados com o entorno e a natureza, a marca apresenta no vestuário masculino uma estampa que reedita a obra icônica "Campo de trigo com Cipreste", landscape pintada pelo artista Vincent Van Gogh.
outono/inverno 21 renner

Outra presença relevante em todas as coleções da marca são as peças sustentáveis que fazem parte do selo Re - Moda Responsável, que simboliza o jeito da Renner pensar e praticar a sustentabilidade em todas as áreas da empresa.

"A proposta dessa coleção converge com as atitudes e iniciativas que a Renner fomenta em todas suas ações - tanto internas, quanto externas. A natureza e o mundo ao nosso redor estão em constante transformação, assim como nós. Precisamos respeitar e acompanhar esses ciclos de mudança para conectarmos com nós mesmos e com o entorno", reforça Fernanda Feijó, diretora de Estilo da Renner.

Acessórios

Na linha de acessórios, o Inverno 21 Renner, as bolsas chegam com uma estética artesanal utilizando técnicas manuais como crochê, macramê e tressê. As diversas texturas foram exploradas com símbolos como flores e franjas. Matéria prima que traz versatilidade tanto para looks city como casual, o suede em tons terrosos foi trabalhado em shapes como pochetes, saddle e hobo. Em contrapartida, o minimal aparece em modelos modernos como na baguette com correntaria e nas mini bolsas - trendy da estação que confere um ar atualizado para as composições.

Pegando carona no look mais confortável da estação, as botas chunky chelsea, com solado pesado e marcante, são destaque e trazem um ar moderno nas produções hi-lo. Os tamancos chegam nesta estação de forma atualizada em versões acolchoadas e plissadas, garantido um visual contemporâneo. Outra aposta da temporada são as botas com formas quadradas, em modelos que apresentam texturas marcantes, como couro navalhado e efeito de cobra. A lace up aparece em cores off-white e tons terrosos e faz toda a diferença na produção. O slide anatômico de pelúcia rouba a atenção tanto dentro como fora de casa. Enquanto os loafers, key item da estação, em crocco com corrente removível trazem um ar de sofisticação.

Itens indispensáveis nas composições do dia a dia, as bijuterias surgem em versões românticas e contemporâneas. A linha traz a força da correntaria, com diferentes formatos de elos e banhos; e o metal pintado em modelos diversos e cores que variam dos tons neutros aos vibrantes. O ar romântico vem em brincos e pingentes delicados e sofisticados, de resina com flores secas. Entre os acessórios que aquecem a estação, destaque para os ponchos, chapéus e mantas com texturas cozy, caneladas, com pelinho ou lisas, que possuem um toque ultra suave.

Quem escreve por aqui é Vanessa Vargas, Relações Públicas, empreendedora e mãe do Antônio.

Deixe uma Resposta